Fevereiro 2018

Agir agora ou chorar pelo leite derramado

Agir agora ou chorar pelo leite derramado

3 minutos Ontem dei uma saída de casa para visitar amigos à tarde. Tenho que marcar esse evento “saída” porque nos últimos tempos tenho trabalhado em casa e isso de certa forma é uma masturbação mental, tipo sexo com você mesmo. Não interage com ninguém, nem uma risada da observação de algo cotidiano, ou mesmo por ver alguma pessoa digna de nota passar pela frente. Até um prosaico simples cafezinho na cozinha tem aquele ar de prazer solitário, inclusive com ajuda da própria mão. Continue lendo

Acredite, você não é produto do meio.

Acredite, você não é produto do meio.

2 minutos Desde que surgiu a capacidade de se comunicar que fazemos e acreditamos em previsões. E olha que em tempos distantes só se previa o tempo e a possível passagem dos animais que seriam caçados. Ao longo dos séculos vieram as previsões astrológicas, do destino, economia e claro, não podiam deixar de criarem as apocalípticas como o fim do mundo, que nunca se concretizaram. Previsão, segundo o Aurélio é “o ato ou efeito de prever”. Simples demais? Vou gourmetizar essa definição. Previsão seria Continue lendo

Vi, ouvi e vivi

Vi, ouvi e vivi

2 minutos Nunca tive uma ligação muito forte com a música. Minha memória musical é fraca para associar compositores e cantores a músicas conhecidas. Mas posso dizer que servem de marcos em passagens das quase 6 décadas de vida. Minha infância foi totalmente marcada pelos Beatles e a Turma do Iêiêiê de Roberto Carlos & Cia. Subíamos no muro de casa empunhando instrumentos de brinquedo e cantávamos no palco improvisado. Meu pai que era 27 anos mais velho que eu, adorava Nelson Gonçalves, Altemar Continue lendo