O que é importante, mesmo?

Tempo de leitura: 2 minutos

– E aí, tudo bem? Quanto tempo!!!!

– Pois é, a gente mora tão próximo e nunca se encontra.

– Estou sem tempo pra nada, ou melhor, sem tempo pra tudo que tenho que fazer…

– Como assim?

– Minha vida é uma loucura. Sempre acordo na pressa, tomo banho e já saio de casa comendo no carro. Deixo filhos na escola, chego na empresa, sempre tem reunião nas primeiras horas. Pense numa empresa pra reunir!!! Se meu pai fosse vivo diria que se reúnem mais que o partido comunista.

– Hahahaha, essa é boa!

– Enfim, muita reunião e pouca decisão. Minha equipe e eu passamos os dias apagando incêndio, entregando projetos com apresentações sofisticadas. Detalhe, todas marcadas de última hora. Dizem que a crise exige disponibilidade e tempo para apresentar propostas…

– Certo. É você que vai buscar crianças na escola?

– Ainda bem que divido isso, um leva e outro traz. Só consigo sair pra almoçar depois de uma e já volto antes das duas. E tome pesquisa, powerpoint, gráficos, análises, putz… quando me dou conta já tá na hora de ir embora. Acredita que levo mais de 40 minutos pra chegar de volta em casa numa cidade desse tamanho?! Quando tenho ânimo ainda vou na academia e assisto um episódio de alguma série no Netflix antes de dormir.

– Pô, realmente! Nem um chopinho, nada?

– Geralmente na sexta com galera do trabalho. No sábado, quando não tem serão, sempre tem obrigações domésticas. Domingo, meu maior desejo é ficar largado na cama só vendo TV.

Conhece alguém nessa vida? Provavelmente, se acha importante dentro da engrenagem e, claro, se sacrificando fazendo mais com menos. Em contrapartida, não tem energia pra brincar com filhos, muito menos conversar com quem ama. Ler um livro, nem pensar.

Não é difícil supor que a saúde não deve tá lá essas coisas todas. E, o pior, nem faz ideia de como sair dessa, a não ser chutando o pau da barraca. Medidas extremas nunca são as mais sensatas, te digo logo!

Essa conversa toda é para recomendar a leitura de um livro. “Essencialismo” de Greg McKeown, editora Sextante. Livro fácil de ler e de uma simplicidade atroz. Li há um ano e foi fundamental para reformular algumas coisas no meu dia a dia. Aprendi que qualquer atividade que te afasta da meta principal deve ser educadamente recusada. Não é um livro com receita para “fazer mais coisas com menos tempo – é para fazer apenas as coisas certas”.

Equilíbrio em todas áreas da vida é fundamental. Quando uma delas está mal, muito provavelmente vai repercutir nas demais. Todos precisamos simplificar nossas vidas, focando no essencial e reduzindo o desperdício de tempo.

Nesse link tem um teste para você avaliar como está sua Roda da Vida. Clique aqui, é gratuito!

Se você gosta do que vê no site, deixa um comentário e compartilha com amigos. E, se quer ser notificado por email sobre atualizações, inscreva-se na Lista Extraordinária. Vai ser muito bom ter você com a gente e poder trocar ideias!