Não limite sua felicidade!

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

É muito comum comigo, com você, com todos nós, afinal, que estejamos sempre condicionando nossa felicidade a alguns pré-requisitos. Tipo, balada só é boa se for em tal lugar, tocando aquela música, na companhia de xyz. Ou, férias só é relaxante se for na beira da praia desconhecida, dinheiro no bolso, na companhia do meu amor…

Pensa bem, mal comparando, são tantos filtros nessa busca, que nem o Google vai conseguir juntar tudo. Faz sentido para você?

Segundo Lair Ribeiro, a felicidade não é uma linha de chegada, mas sim aceitar o que você tem no presente. Ora, não adianta pensar que a felicidade vai acontecer quando você conquistar uma meta. Pois uma vez conquistada, sua duração será efêmera, curta.

Se concentra na jornada, no que tem que realizar hoje, comemorando as pequenas conquistas cotidianas e sempre agradecendo o que de bom está acontecendo. Pense que deve ser assim! #pensoquedeveserassim